Seu carrinho está vazio
Navegue por nossa loja e encha seu carrinho com as melhores ofertas!
Login Cadastre-se Meus Pedidos

Como fazer Tanque de Peixe com Lona

Qual tipo de tanque é mais adequado?

A criação de peixes, chamada de piscicultura, consiste na reprodução de alevinos (filhotes de peixe) em cativeiro, é necessário escolher um viveiro antes de começar a procriação. Existem várias possibilidades de tanques para peixes, sendo elas: tanques de terra, tanques de alvenaria, tanques-rede e tanques revestidos com lonas especiais.

Os tanques de terra necessitam de maior cuidado e uma manutenção cautelosa, porém, apresentam condições semelhantes ao habitat usual dos peixes, além de um custo menor. Os tanques de alvenaria não exigem tantos cuidados e são revestidos por tijolos, podendo ter revestimento de argamassa. Tanques-rede são uma boa opção para quem procura um cultivo cauteloso, oferece a possibilidade de controle da alimentação dos peixes e elimina o gosto de barro, chamado de Off Flavor, garantindo um produto final de qualidade e padronizado em relação ao tamanho e peso do animal.

Os tanques revestidos com uma lona especial apresentam o diferencial de um ciclo de reprodução muito mais rápido, devido à aeração (remoção de substâncias aromáticas voláteis) que a água sofre constantemente, podendo ser reutilizada a água para nutrição do solo, já que a mesma possui oxigênio e ar (atmosférico). A proposta do cultivo com a lona é uma reprodução muito mais eficiente e o custo é semelhante ao tanque de terra, indicado para criação de peixes como tilápias, pacus e pirarucu.

Como fazer o tanque:

  1. Elaboração do projeto e croqui;
  2. Limpeza da área e demarcação (estacas, trena e topografia);
  3. Compactação do piso e laterais para evitar erosões e infiltrações;
  4. Uso de lonas plásticas de 300 micras;
  5. Calcular uma sobra de 1,0m ao redor do tanque;
  6. Fazer uma vala e cobrir com terra para fixação;
  7. Formato do tanque: quadrado ou retangular, vai depender do tipo de peixe escolhido para o viveiro.
  8. A profundidade deve variar de 0,80cm a 1,5m;
  9. Escolher uma fonte de água de qualidade;
  10. Escolher o tipo de abastecimento (por gravidade ou por bombeamento);
  11. Fazer o canal de deságue para drenar a água na lateral e garantir a qualidade do viveiro (calhas e tubos de PVC ou mangueiras).

Qual lona é a melhor opção?

As lonas para lago são perfeitas para quem quer aderir o ramo da piscicultura e obter resultados extremamente satisfatórios e rápidos sem ter gastos exagerados. As lonas oferecidas pela Lonas Kone são 100% impermeáveis e apresentam laminação de polietileno com tratamento Anti-UV nas duas faces, garantido qualidade e resistência ao produto. As Lonas Kone possuem tecido trançado com fitas de polietileno, obtendo resistência a tração e a intempéries. O acabamento das bainhas é vulcanizado, com corda de sisal (sintética) e ilhoses metálicos zincados aplicada a cada metro, o que auxilia na fixação e amarração da lona. Em questão de formato, o retangular é a melhor opção pois facilita a renovação da água. É válido ressaltar que a pressão no fundo do tanque é maior devido as forças laterais se anularem e a coluna de água acima do fundo intensificar a pressão.
Quais são as vantagens?

Os tanques de lona oferecem algumas vantagens especiais:

Não acumulam matéria orgânica como os tanques escavados, ou seja, não possui parasitas;
Apresenta um ótimo custo/benefício;
Ciclo de reprodução é muito reduzido comparado aos outros métodos;
Um tanque com lona pode facilmente ser construído em uma área adequada ao espaço disponível;
A água pode ser reaproveitada no solo após o uso por conter nutrientes;
A impermeabilização do solo é total, evitando a perda dos nutrientes;
Devido à lona ser 100% impermeável, o solo não entra em contato com a água e se mantém firme, reduzindo significantemente as chances de desmoronamento.

Veja aqui um vídeo que demonstra toda a extenção de um tanque de peixe com lona: